A Nasa quer brasileiros no seu time


A Campus Party está cheia de gênios. Alguns deles com potencial para trabalhar ao lado dos melhores profissionais da Nasa. Por isso que, nesta edição do evento, o pessoal da agência americana está recrutando dez profissionais no Brasil para trabalhar com robótica e programação avançada. "Precisamos de dez expecionais hackers brasileiros para nos ajudar a completar uma tarefa de software. Um de nossos robôs precisa melhorar a percepção tridimensional e acredito que a resposta pode estar aqui, na mente dos estudantes brasileiros", disse Michael Comberiate, coordenador do programa para estudantes do Centro de Voos Espaciais Goddard.

A ideia da NASA é que os estudantes façam um estágio de quatro semanas. Os interessados precisam falar inglês fluente e estar matriculado em alguma universidade brasileira, além de serem, segundo o coordenador do programa, "pessoas que querem ir além, ultrapassar os limites do homem".

Michael é tão acessível que, além de estar conectado 24 horas por dia, deixou o seu email pessoal para que os jovens interessados tirem suas dúvidas. Ele também contou que, apesar de não haver retorno financeiro, os estudantes podem garantir um belo futuro, uma vez que terão um diploma assinado pela agência e uma boa experiência no currículo.

De acordo com Michael, o estudante também tem que arcar com o custo da passagem, cerca de US$ 5 mil, e alimentação. Já a hospedagem é cedida pela Nasa. A turma completa de estágio é formada por cerca de 60 estudantes, divididos entre Brasil, Argentina, Índia, Singapura e outros países.  Quer saber mais? Mande um email pro Michael: michael.a.comberiate@nasa.gov

[Fonte]

Nenhum comentário:

Postar um comentário